Nestor Piva: “Está melhor do que antes”, Edvaldo Nogueira

cd4ccd07-05e6-416c-8a96-7e3c7fd2a0e5[6284]

Na manhã desta segunda-feira, 18, o prefeito Edvaldo Nogueira assinou ordem de serviço para fornecimento de uma câmara de resfriamento de peixe para o Mercado Virgínia Franco.

Na oportunidade, Edvaldo foi questionado pela imprensa sobre o funcionamento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Nestor Piva, que após impasse com médicos teve gestão terceirizada.

fed50527-1464-4757-9af0-5c9d8eb296dc[6285]

“Está melhor do que antes “, revelou o prefeito.

A unidade está há dois meses sob administração do Centro Médico do Trabalhador.

Ascom/Nestor Piva

Defensoria Pública e Procon Municipal verificam se as agências do Banese estão cumprindo a Lei dos 15 Minutos e outros itens da decisão do STJ

WhatsApp Image 2019-03-19 at 02.21.23 (1)[6279]

Como parte da programação do Dia Mundial do Consumidor, celebrado em 15 de Março, a Defensoria Pública do Estado de Sergipe, por meio do Núcleo Especializado na Defesa do Consumidor, em parceria com o Procon Aracaju realizou inspeção nas agências do Banco do Estado de Sergipe (Banese) para verificar se estão cumprindo os parâmetros estabelecidos em lei para atendimento ao consumidor.

WhatsApp Image 2019-03-19 at 02.21.23 (2)[6281]

A iniciativa acontece logo após o STJ dar provimento ao Recurso Especial impetrado pela Defensoria Pública do Estado de Sergipe que culminou na primeira decisão colegiada do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que aplica a teoria do desvio produtivo, a qual condenou o Banese a cumprir regras de atendimento presencial em suas agências bancárias relacionadas ao tempo máximo de espera em filas; instalar pelo menos 15 assentos para idosos e gestantes, deficientes e pessoal com crianças de colo; eliminar obstáculos a pessoas com dificuldade de locomoção para atendimento nos caixas; construir sanitários com sua correta identificação, no prazo de 90 dias, sob pena de multa diária; e condenação à compensação de danos morais coletivos fixados em R$ 200 mil.

WhatsApp Image 2019-03-19 at 02.21.24[6282]

Na avaliação do defensor público e integrante do Núcleo do Consumidor, Rodrigo Cavalcante, as agências inspecionadas estão cumprindo a decisão. “Fizemos estas inspeções para verificar se o BANESE está cumprindo os parâmetros estabelecidos em lei para atendimento ao consumidor e, nas agências inspecionadas, verificamos que as exigências estão sendo cumpridas a contento. Vale a pena ressaltar que o objetivo da Defensoria Pública e do Procon é que as leis de proteção ao consumidor sejam respeitadas e ficamos satisfeitos em ver que o banco vem se adequando às essas leis”, atestou.

WhatsApp Image 2019-03-19 at 02.21.23 (3)[6280]

Para o diretor do Procon Aracaju, Igor Lopes, o trabalho fluiu com normalidade. “Fizemos o checklist e nada foi encontrado de anormal. O trabalho continua e vale ressaltar que periodicamente o Procon está fiscalizando esse seguimento de mercado. Deixamos claro ao consumidor, que porventura, se sentir lesado, deve procurar o órgão de proteção para que possamos adotar as medidas cabíveis”, disse.

Defensoria Pública e Procon Estadual fazem inspeção em Planos de Saúde

WhatsApp Image 2019-03-14 at 14.34.28 (1)[6190]

Deficiência no repasse de algumas informações e documentos ao consumidor, assim como a ausência de exemplar do CDC foram os problemas mais recorrentes

O Dia do Consumidor ocorre mundialmente em 15 de Março e, para celebrar a data, a Defensoria Pública do Estado de Sergipe, por meio do Núcleo de Defesa do Consumidor, em parceria com o Procon Municipal realizaram na quarta-feira, 13, inspeção nos planos de saúde Hapvida, Unimed e Plamed para verificar se as operadoras atendem às normas da Agência Nacional de Saúde (ANS) no momento em que o consumidor está contratando o serviço.

WhatsApp Image 2019-03-14 at 14.34.28[6192]Durante a fiscalização realizada pelas defensoras públicas do Núcleo do Consumidor Juliana Falcão e Elizabete Luduvice, e pela diretora do Procon Estadual, Tereza Raquel e a fiscal Maria Cláudia, ficou constatado que há deficiência no repasse de algumas informações ao consumidor em algumas operadoras como: ausência do exemplar do Código de Defesa do Consumidor, desconhecimento por parte dos atendentes de algumas empresas credenciadas dos planos, entre outras falhas.

WhatsApp Image 2019-03-14 at 14.34.30[6189]Segundo a defensora pública Juliana Falcão, a inspeção foi realizada em virtude da grande demanda de reclamações relacionadas a planos de saúde que chega ao Núcleo. “O consumidor procura a Defensoria porque não está tendo, por parte das operadoras, as informações adequadas, claras e precisas acerca das restrições constantes no contrato como, por exemplo, prazos de carência e cobertura. Além disso, boa parte dos usuários não dispõe de cópia do instrumento contratual”, disse.

Ainda, de acordo com a defensora pública, foi verificado que haveria aparente falha no repasse das informações e fornecimento da documentação adequada na fase da contratação.  “As visitas aos pontos de venda e sedes administrativas dos planos de saúde Hapvida, Unimed e Plamed permitiram constatar a deficiência no repasse de algumas informações ao consumidor, sendo diferentes as falhas a depender da operadora”, ressalta Juliana Falcão.

WhatsApp Image 2019-03-14 at 14.34.29[6193]Para Juliana Falcão, as inspeções foram importantes para verificar as dificuldades enfrentadas pelos consumidores. “A falta de informações pode resultar em mais demandas judiciais, portanto, após a coleta de maiores elementos, serão adotadas pelo Núcleo da Defensoria as medidas pertinentes para solução dos problemas apresentados”, enfatiza.

Para a fiscal do Procon Municipal, Maria Cláudia, um dos pontos incomum foi a questão da informação ao portador de deficiência. “Os planos não dão acesso ao contrato, guia de leitura contratual e manual para portadores de deficiência”, constata.

“Verificamos se o contrato está sendo feito da maneira correta, se o consumidor está tendo acesso à informação do que está sendo contratado e se o plano está informando prazo de carência, cobertura, abrangência e outras básicas. Verificando se há ilegalidade, emitimos um auto de infração, onde a empresa será notificada e terá prazo para resposta. Será passado um relatório à Defensoria Pública para as duas instituições atuarem em conjunto”, concluiu a diretora do Procon, Tereza Raquel.

O Centro Médico do Trabalhador, responsável pela gestão administrativa da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Nestor Piva, realiza esclarecimentos sobre declarações realizadas na imprensa sergipana na última quarta-feira, 13.

Na ocasião, foi dito que após o processo de terceirização adotado pela Prefeitura de Aracaju, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Nestor Piva passou a disponibilizar apenas 02 a 03 médicos a comunidade que procura a unidade.

Quando na verdade, como facilmente pode-se constatar diariamente, a *UPA dispõe durante atendimentos a presença de 07 médicos*. Chegando, em algumas ocasiões, a oferecer atenção a sociedade com 08 médicos. Sendo: *03 clínicos, 01 estabilização, 01 cirurgia, 03 ortopedistas, 01 ultrassom. Além de enfermeiros, equipamentos para a realização de exames, Raio X fixo e móvel, laboratório, dentre outros serviços*.

Reflexo disso está na quantidade de atendimentos realizados durante esses dois meses de funcionamento. Vejam só esses números:

Clínica Médica: 20.925 atendimentos;

Clínica Ortopédica: 3.597 atendimentos;

Atendimento Cirúrgico: 3.399 atendimentos;

Totalizando: 27.921 atendimentos.

Outra situação apresentada foi em relação a inexistência do serviço de internamento e ultrassom.  Pois, a sociedade aracajuana é ciente de que umas das primeiras medidas adotadas pela nova gestão administrativa da unidade foi a de reforçar a presença de profissionais e a disponibilização de serviços. Seja, criando uma *sala de estabilização médico fixo 24h [melhorando a acomodação dos pacientes, acompanhantes e médicos], reestruturando a climatização da unidade [disponibilizando serviço wi-fi gratuito] e, em parceria com a Guarda Municipal*, possibilitando uma base da companhia na unidade, oferecendo mais segurança e tranquilidade.

De acordo com o administrador Dr. Eduardo Pinto, atual gestão trabalha com o propósito de promover a humanização na unidade, seja como forma de assistência prestada às pessoas, seja com o desenvolvimento de outras ações voltadas ao bem estar de todos os envolvidos no processo de saúde.

Também esclarecemos que ao contrário do que foi divulgado, mantemos em *pleno funcionamento uma área para internamento de pacientes*. Inclusive, trabalhando em parceria com o Serviço Médico de Urgência (SAMU) *evitando que as ambulâncias fiquem paradas na unidade, seja a espera de maca ou atendimento*.

Vale destacar que a terceirização do Nestor Piva provoca mensalmente a Prefeitura de Aracaju uma *economia mensal de R$ 500 mil mensais, conforme contabilidade da Secretaria de Saúde*.

Os novos procedimentos e ações no Nestor Piva já são percebidos por pacientes e representantes da sociedade (vereadores, Conselho Municipal de Saúde, Conselho Regional de Medicina) que em visitas ou atendimento na unidade sentiram o propósito de melhor atender e oferecer uma eficiência no acompanhamento médico trata-se de uma realidade na UPA Zona Norte.

Recentemente, durante audiência realizada na Câmara de Vereadores com a presença da Secretária Municipal de Saúde Waneska Barbosa, o vereador Palhaço Soneca (PPS) ocupou a Tribuna para elogiar o serviço. “Ontem levei minha esposa ao Nestor Piva para ser atendida. Por incrível que pareça, o *atendimento foi nota mil*. Percebo que o atendimento está melhorando, ouvi várias *pessoas elogiando o atendimento e os profissionais também estão fazendo um belo trabalho*”, disse.

Outro parlamentar que já declarou publicamente felicidade com a mudança de funcionamento na unidade foi o Ver. Jason Neto.

“Também percebi que o atendimento no Nestor Piva melhorou muito. Sei que ainda precisa melhorar o atendimento nos postos de saúde, mas já *está bem melhor*.

Ascom/Nestor Piva

CAMINHÕES PIPA VIABILIZADOS POR ANDRÉ MINIMIZAM EFEITOS DA SECA

entrega veículos codevasf em propriá para municípios sergipanos (5)[6185]

A seca é uma condição climática que muitos sergipanos habitantes do interior têm de lidar cotidianamente impondo uma vida ainda mais sofrida para o sertanejo. Água é um bem essencial para a vida, mas a falta de chuva aliada ao sol causticante do sertão racha o solo, destrói as plantações, mata o gado. Essa situação de pessoas que convivem com a seca é corriqueira em Sergipe, sempre na esperança de que o próximo período de chuvas seja melhor que o do ano anterior.

Não só o sertanejo precisa sobreviver e sofre pela falta de água. Há também locais em que as redes de esgoto, saneamento e abastecimento ainda não chegaram e levar água potável para os povoados mais afastados das sedes municipais é preciso. Pensando em formas de minimizar esses sofrimentos, André Moura durante o exercício do mandato de deputado federal destinou, por meio de emenda para Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba, (Codevasf), 34 caminhões pipas para 31 municípios. Cada um no valor de R$ 235.999,00.

Os veículos, de acordo com o prefeito de Carira, Arodoaldo Chagas, servirá para “abastecer os reservatórios das comunidades rurais, seja cisternas ou caixas d’água externas. A água, que levaremos as localidades servirá tanto para consumo humano quanto animal e também para irrigação de pequenos produtores. Sem André sofreríamos muito mais neste verão”, destacou.

Municípios contemplados com caminhões-pipa: Carira, Canindé de São Francisco, Divina Pastora, Estância, Porto da Folha, Gararu, Itabaianinha, Itaporanga d’Ajuda, Japaratuba, Lagarto, Laranjeiras, Malhador, Maruim, Monte Alegre de Sergipe, Frei Paulo, Ribeirópolis, Itabi, Simão Dias, Poço Verde, Pinhão, Nossa Senhora da Glória, Pedra Mole, Pirambu, Graccho Cardoso, Feira Nova, Moita Bonita, Tomar do Geru, Poço Redondo, Rosário do Catete, Capela, Nossa Senhora de Lourdes e São Miguel do Aleixo e Associação Quilombola Manoel Rozendo da Guia.

AssCom/AM 

Cristiane Barreto ministra III turma de Workshop sobre Planejamento Estratégico Pessoal nesta quinta, 14

CristianeBarreto_PlanejamentoEstratégico

Propósito de vida, princípios, metas, ações… e resultados, claro. Todos esses elementos compõem o Planejamento Estratégico Pessoal. Pensando nisso, acontece nesta quinta-feira, dia 14, das 9h às 19h, no Hotel Del Canto, um workshop sobre o tema, a ser facilitado por Cristiane Barreto – consultora empresarial; especialista em Gestão Estratégica de Pessoas; especialista em Psicologia Junguiana das Organizações; coach; doutora em Psicologia Social; e pós-doutoranda em Psicologia.

 

O objetivo do workshop é criar um ambiente propício e mente coletiva produtiva para a construção do planejamento estratégico pessoal, em todos os departamentos e papéis exercidos, de acordo com o que for mais relevante para cada um. Os participantes receberão uma apostila, contendo alguns conceitos e muitos exercícios para já realizarem as atividades durante o encontro, esclarecendo dúvidas e supervisionado pela facilitadora quanto ao método de planejamento.

“É um momento-oportunidade para a elaboração do planejamento macro de cada participante, com o meu suporte integral, utilizando a metodologia do Coaching e do Lego Serious Play, para auxiliar na produção do grupo. Entregaremos um planner, que contribuirá na distribuição de tarefas, e gerenciamento de rotina das metas e ações planejadas por cada pessoa. Importante ressaltar que não se trata de um dia de aula, e, sim, de um dia de produção/prática de planejamento individual de 2019, com o auxílio de Coaching”, explica a facilitadora.

Inscrição e mais informações: (79) 9.9819.5340 e eventos@cristianebarreto.com.br.

Conselheira firma TAG com município de Dores para assegurar melhorias na área da saúde

angelica3
Por DICOM/TCE
A conselheira Angélica Guimarães recebeu em seu gabinete o prefeito de Nossa Senhora das Dores, Thiago de Souza Santos, para assinatura de um Termo de Ajustamento de Gestão (TAG), com o objetivo de corrigir problemas na execução do Programa de Atenção Básica em Saúde. A reunião aconteceu nesta terça-feira, 13, e teve a participação do Ministério Público de Contas (MPC), na pessoa do procurador-geral, João Augusto Bandeira de Mello.

As inconformidades apresentadas ao prefeito foram identificadas em auditoria operacional na área, efetuada em 2016. Dentre os problemas encontrados, destacam-se questões relacionadas à vacinação, frequência de profissionais de saúde, armazenamento de medicamentos e prevenção de câncer de colo do útero.

angelica2
De acordo com Angélica, os TAGs contribuem muito para a melhoria do serviço público e, neste caso, na gestão de saúde básica ofertada à população.

“Mais um TAG é realizado, através da nossa coordenadoria, no sentido de acelerar ou implementar mais ações na área de saúde. Por meio do TAG monitoramos as questões das consultas, dos pontos dos médicos, calendário de vacinação, exames de papanicolau. Esperamos e confiamos que o cumprimento do TAG possibilite melhorias nas ações preventivas na área de saúde nos municípios do Estado”, colocou a conselheira.

Durante a assinatura do Termo, foram estabelecidos alguns prazos, como: 15 dias para apresentação de planos voltados a ações como saúde bucal, vacinação, combate ao Aedes aegypti e capacitação de equipes de saúde; 45 dias para controle eficiente de frequência dos profissionais de saúde; 60 dias para disponibilização de equipamentos básicos nas unidades de saúde, prestação de serviços odontológicos das Unidades de Saúde, destinação e manejo regular de lixo infectante, ações de prevenção e tratamento do câncer do colo do útero.

angelica

O prefeito entende a assinatura do Termo como uma busca por melhorias para a população do seu município. “O Tribunal aqui faz seu papel orientador, sendo parceiro dos municípios. Isso nos ajuda na gestão porque identifica alguns problemas e chama o município para o diálogo, uma oportunidade para que os problemas sejam regularizados – que é o que queremos também. Afinal, o objetivo comum é prestar serviço publico de qualidade”.

Bandeira de Mello explicou que estas iniciativas resultam em maior eficácia e celeridade na obtenção de melhorias. “Foi uma conciliação bastante simples e a prefeitura de Dores já tinha encaminhado algumas providências. Aproveitamos a ocasião para debatermos outros assuntos pertinentes também, sempre controlando e estimulando a melhoria da gestão pública nos municípios e no estado de Sergipe”.